Uma mulher de valor

Pois é, faz tempo que não escrevo aqui. Muita correria por mtos afazeres domésticos, laborais e familiares, e tb por muitos não-afazeres: twitter, orkut, facebook ( ahhh os odiados joguinhos viciantes).
Mas há dias em que as palavras são tão impertinentes que enquanto elas não se transportam da minha cabeça para qualquer veículo de propagação, seja um guardanapo, seja esse blog, elas não me deixam em paz.
O motivo do post:
Estava assistindo House – mais um não-afazer prazeiroso- quando no episódio vi um casal judeu num jantar a luz de velas no hospital. Sim, luz de velas no hospital por si daria um ótimo post. mas não é sobre isso que falo hoje. O que interessa é que no episódio o marido estava recitando a ela o Eshet Chayil,  pra mim até aquele instante uma expressão equivalente a onomatopéia para espirro, mas que me levou ao Google para tentar entender o que significava – claro, depois da explicação charmosa do rabugento pseudo-ateu doutorzão a gente chuta no google até palavrão.
O que descobri é que Eshet Chayl é um cântico em judaico muito bonito. Transportá-lo para os dias de hoje requer uma grande dose de interpretação livre das expressões, mas essencialmente posso dizer que é uma ode à esposa, como alicerce da família e como o maior valor que um homem adquire no casamento, algo que eu concordo até sarcasticamente, pois quando um homem se separa ele normalmente acaba na penúria, e com prestações intermináveis conhecidas como pensão alimentícia ^_^.
Brincadeiras à parte, gosto de ver como são diferentes e a seu modo belas, as manifestações de apreço às mulheres entoadas ao longo dos séculos. Particularmente prefiro as antigas, que apesar de não refletirem muitas vezes a realidade atual quando descrevem o que é uma "mulher de valor", batem em eloquencia e beleza qualquer versão de "São as cachorras uh uh uh uh uh!"do século 21.
Além do Eshet Chayil, sempre fui fã dos cantares do Rei Salomão à sua esposa, e das palavras de escritores portugueses do século XIX que exaltam a beleza da força no amparo à família, – algo que sempre admirei – e a sensualidade na discrição e na delicadeza – algo que jamais alcançarei.

Achei na net uma versão em inglês do cântico e arrisquei uma versão no meu maccarrony Engrish
Aceito críticas e opiniões… mas lembrem-se que sou leonina e vão com calma no sarrafo! ^_^

A Woman of Valor, who can find?
Uma mulher de valor, quem pode encontrar?
She is more precious than corals.
Ela é mais preciosa que as pérolas
Her husband places his trust in her and profits only thereby.
Seu marido nela confia e somente se beneficia com ela
She brings him good, not harm, all the days of her life.
Ela o traz o bem, não o mau, todos os dias de sua vida.
She seeks out wool and flax and cheerfully does the work of her hands.
Ela procura lã e o linho e alegremente tece trabalhos com suas mãos.
She is like the trading ships, bringing food from afar.
Ela é como os navios cargueiros, trazendo suprimentos de longe
She gets up while it is still night to provide food for her household, and a fair share for her staff.
Ela se levanta quando ainda é noite para aprouver a comida para sua família, e uma porção justa a seus ajudantes.
She considers a field and purchases it, and plants a vineyard with the fruit of her labors.
Ela considera um campo e o compra, e planta uma vinha com o fruto de seu labor.
She invests herself with strength and makes her arms powerful.
Ela se investe de força e torna seus braços poderosos.
She senses that her trade is profitable; her light does not go out at night.
Ela sente que seu trabalho é valoroso; sua luz não se vai quando anoitece;
She stretches out her hands to the distaff and her palms hold the spindle.
Ela estende as mãos para a roca e suas palmas seguram o eixo
She opens her hands to the poor and reaches out her hands to the needy.
Ela abre suas mãos ao pobre e as estende aos necessitados
She has no fear of the snow for her household, for all her household is dressed in fine clothing.
Ela não teme o frio por sua famíla, pois todos os seus estão cobertos de boa vestimenta
She makes her own bedspreads; her clothing is of fine linen and luxurious cloth.
Ela faz suas próprias colchas; sua vestimenta é do mais fino e luxuoso linho
Her husband is known at the gates, where he sits with the elders of the land.
Seu marido é conhecido nos portões, onde se senta com os anciões de sua terra.
She makes and sells linens; she supplies the merchants with sashes.
Ela faz e vende roupas; ela supre os mercadores com cintos;
She is robed in strength and dignity, and she smiles at the future.
Ela é vestida de força e dignidade, e sorri ao futuro;
She opens her mouth with wisdom and a lesson of kindness is on her tongue.
Ela abre sua boca com sabedoria e uma lição de bondade está em suas palavras;
She looks after the conduct of her household and never tastes the bread of laziness.
Ela cuida da conduta de sua família e nunca prova o pão da preguiça
Her children rise up and make her happy; her husband praises her:
Seus filhos se levantam e a fazem feliz; seu marido a elogia:
“Many women have excelled, but you excell them all!”
"Muitas mulheres se destacam, mas tu a todas"
Grace is elusive and beauty is vain, but a woman who fears God — she shall be praised.
A graça é indescritível e a beleza é vã, mas uma mulher que teme a Deus – ela deve ser louvada
Give her credit for the fruit of her labors, and let her achievements praise her at the gates.
Dê-lhe crédito pelo fruto de seu labor, e deixe seus feitos louvá-la aos portões.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s